Fotografia: filme monochrome para instax mini

Fazia um tempinho que a minha instax mini tava encostada em casa sem filme – as vezes bate uma preguiça de procurar um lugar com um frete acessível pra repor o estoque dos filmes. Sem contar que por aqui fica difícil achar filmes com as molduras coloridas ou com estampas bonitinhas sem você ter que negociar um órgão :/ É realmente um pena os preços, porque eu amo fotografia analógica e gostaria MUITO de praticar mais no dia a dia. Porém, graças aos anúncios aleatórios (será mesmo que são?) do instagram, descobri que a fuji tinha acabado de lançar um filme monochrome (preto e branco) para as instax!!!!! Claro que eu surtei e fui procurar no google se já tinha chegado nas lojas brasileiras – e o preço do bendito, claro! E, para minha surpresa, achei num preço razoável + um frete maravilhoso no site da Americanas <3 Pedido feito

O Vlog do FIG (ou tudo de massa que vi por lá)

Muita gente me pergunta porque não aproveito as férias do meio do ano pra viajar ao invés de ficar em casa porque acham que o FIG é a mesma coisa todo ano. O Festival de Inverno de Garanhuns tá na minha vida desde que eu me entendo por gente e eu poderia passar o resto da vida só contando as inúmeras memórias boas que tenho dele. Nenhuma edição é igual a outra e nem vai ser. E sempre há formas de aproveitar ele de um jeito diferente ou trazer aquele amigo que nunca veio pra cidade/pro festival. Ao contrário do que muitos falaram, o FIG foi um sucesso pra mim. Pude ver vários artistas que admiro em casa e de graça – normalmente teria que pagar pra ver um show deles e ainda me deslocar pra capital! – além das exposições, lojinhas, filmes e lugares que vi, senti e vivi.

Hello world!

  Depois de um longo período – pra ser mais precisa, QUATRO meses! – com o blog desativado, eu decidi voltar. Esse tempo ‘fora’ me fez bem. Fiquei só como espectadora desse mundo, fazendo uma auto analise se eu queria realmente voltar e, se isso acontecesse, quem eu seria por aqui. A Juliana que criou o ourbag em 2012 não é a mesma – nem por fora e muito menos por dentro. Tenho consciência que a essência é a mesma, mas sempre em constante transformação. Fico feliz que, mesmo sumida do mundo escrito, consegui manter vários(as) amigos(as) nas redes sociais e que sentiram faltam disso aqui. Foi pensando em vocês – e nessa troca linda que rola – que eu voltei hehe. Obrigada a quem se manteve em contato, seja puxando a minha orelha ou me confortando quando eu surtava com a programação e todas as doidiças do wordpress. #gratidão 🌻 🌼