Sobre como se sentir amado

post01

Por diversas vezes fui questionada pela escolha de tatuar uma frase em mim, e muitas dessas vezes eu só respondia com um simples: ‘porque eu gosto dela, ué’. Mas hoje foi um dia em que me lembrou o motivo especial dela no meu corpo: é um lembrete. Um lembrete de que não importa se uma pessoa ou coisa no mundo me faça sentir miserável, pois vai ter um número infinitamente maior de pessoas que me amam e querem me ver bem.

Como uma frase pode ter um significado tão forte ao ponto de te ancorar no que realmente importa? Não sei se há explicação para isso, mas eu sempre me surpreendo com a força que ela tem toda vez que me encontro perdida em algum conflito interno. E foi coincidência ter encontrado essa foto no computador, justo hoje. O lembrete caiu bem com todo amor que recebi de pessoas que nem sabem a confusão que foi esse dia. Mais uma vez fui lembrada que nada e nem ninguém pode tirar isso de mim, o meu amor – aquele que vem de dentro e supera tudo.

Eu sou amada.

Eu tenho o amor.

Eu sou o amor.

Pode parecer clichê – e na verdade é mesmo – mas perceber e refletir sobre isso na hora do sufoco é como receber um soco. Daqueles que te deixa sem ar. Daqueles que te faz olhar ao redor e perceber quem realmente se importa e quem faz o contrário não é nem um pouco digno de atenção.

Espero que esse lembrete nunca deixe de me ajudar.

22!

post01

Mais um dia 30/08 que passou voando. As últimas semanas não foram as mais fáceis da minha vida – incluindo o dia do meu aniversário – mas consegui sobreviver a tudo, bem lynda & diva, com ajuda dos melhores amigos (e familiares) do mundo! Apesar de tudo, decidi ignorar as mazelas da vida real e registrei algumas coisas do meu dia, tanto em foto como em vídeo. Read more

Rosé e jeans

Não sou lá muito fã da cor rosa, mas não posso negar que esse vestidinho lindo, soltinho & rosinha combinou bem comigo. E eu comprei ele em boa hora: o calor infernal voltou a residir em Caruaru. Tá praticamente impossível usar calça jeans todos os dias, é muito calor mesmo! Read more

Olinda!

post01

No último dia das férias, um domingo super ensolarado de céu azul, fui pra uma cidade maravilhosa que, apesar de ser do ladinho da capital pernambucana, eu nunca tinha visitado: Olinda! A cidade é conhecida pelo seu carnaval singular (nunca fui mas tá nos planos!) e por sua arquitetura colonial – além de ser declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanindade pela UNESCO! Passamos o dia inteirinho subindo e descendo as ladeiras, se apaixonando a cada casinha colorida que surgia a nossa frente e enchendo o cartão de memória da câmera com tanta beleza. Read more